26 de dezembro de 2012

Contos e Prosas - apresenta a criação de:


Somos o que somos...

A vida é muita curta pra ficarmos gastando nossos neurônios e pensando em coisas sem importância....
O relógio do tempo não avisa... Os ponteiros andam e o nosso tempo vai indo junto... Há tanto ainda por fazer, tanto a aprender... Ainda seremos os mesmos de um minuto atrás?... Ou passaram-se horas e ficamos perdidos no tempo, divagando... Sobre nós mesmos, nossa vida, nossa importância...
Jamais perderemos o nosso valor, estejamos sujos ou limpos, amassados ou inteiros, gordos ou magros, altos ou baixos, nada disso importa! Nós somos a nossa essência! Somos o que somos e, é claro, não vamos ficar borrifando lágrimas pra tudo que é canto, como as vítimas que não somos! Nada disso altera a importância que temos! Mas temos que ter o cuidado, a delicadeza até, pra que não venhamos a nos tornar tão duros que o eco de outros nos rebata como se fôssemos paredes de concreto!
O valor das nossas vidas não é medido pelo que aparentamos ser, mas sim, pelo que fizemos e sabemos! Somos o que somos, ou melhor, estamos como estamos e, se não for parte de nós, algum aprendizado deixará antes de partir...
As pessoas que marcam a nossa vida não são as que tem as melhores credenciais ou que tem mais dinheiro ou as que conquistaram os melhores prêmios... São aquelas que se preocupam conosco, que cuidam de nós, se interessam, que, de algum modo, estão ao nosso lado!
E qual a marca que cada um de nós deixará?... A gente não costuma pensar muito sobre isso... Estou um pouco nostálgica hoje... Mas considero isto importante, pois um dia não estaremos mais aqui... E o que ficou de nós?... Fizemos a diferença na vida de alguém? Contribuímos, de alguma forma, para melhorar o bem comum? As memórias que deixamos serão de carinho? Isto faz repensar atitudes, consciência, despertar, recomeço...
Dentro de cada um de nós brilha a Luz Divina de um Criador amoroso e bom... Que cada um possa ver a Luz brilhar em seu caminho!

        
Elaine Averbuck
Direitos Autorais Reservados ®

 * Clique na foto e conheça o blog da autora.
_________________________________________________________________________________________

24 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Elaine!A vida é muito curta e devemos aproveitá-la ao máximo mas não possamos esquecer que Deus emprestou à cada um de nós essa missão e devemos cumprí-la seguindo o nosso caminhar com essa grande Luz e colocando em prática seus ensinamentos.Parabéns pelo conto.
Logo farei uma visita ao seu blog.
Bjs.
Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

Nádia Santos disse...

Bom dia Eliane, muito lindo este teu texto reflexivo.... Muitas vezes já me perguntei por que estou aqui, qual minha verdadeira missão, se no decorrer de meus dias fui boa filha, boa mãe, boa amiga... deixei valore? Creio que devemos sempre nos auto-avaloar, para que possamos detectar nossas falhas e melhorar como pessoa e como espírito. Parabéns pelo texto. Beijos e felicidade.
http://poesiasesonetos.blogspot.com.br

POR TODA MINHA VIDA disse...

Minha Elaine linda belo e sábio conto ...Verdades imperdíveis deste teu sábio e belo coração do amigo que muito te admira ...Parabéns e todo meu carinho com um beijo grande Pedro Pugliese

Dorli disse...

Olá querida Elaine

Por mais que apanhamos na vida, dificilmente aprendemo a amar o outro, nos achamos superiores da nossa própria estupidez.Ma, não se preocupe, pois Deus tudo vê e sabe diferenciar.
Somos uma raça chauvinista que cedo ou tarde destroçaremos a nós mesmos.
As pessoas que marcam nossas vidas de uma forma agradável, deveriam ser as que mais nos querem bem. Mas, nem sempre o bom é o mais aplausível.
Uma pessoa da História que marcou com sangue milhões de pessoas, foi Hitler... ser asqueroso, que somos obrigados a estudar e Madre Tereza de Calcutá, um anjo que Seus enviou à Terra para amar e ajudar.
O relógio não para, a hora não espera, vamos aprender a dividir o que temos de mais completo que Deus nos deu; o amor e a solidariedade humana, só assim, fluídos bons chegarão até nós para que apreciemos de forma mais intensa possível tudo que é belo e jubiloso.
Ser o que somos e um dia vir a sermos o que fomos capazes de ser.
O amor, a caridade, o doa-se são os melhores caminhos para encontrarmos a paz de que tanto almejamos.
Adorei o seu conto, bem reflexivo e, escreve com uma coerência e fluência mil.
Parabéns amiga
Muito amor e sorte para você
Lua Singular

MARIA MACHADO disse...

Muito lindo, Elaine Averbuck! Um maravilhoso texto reflexivo.

Dentro de cada um de nós brilha a luz Divina de um Criador amoroso e bom...Parabéns precioso conto!
Uma boa tarde!!!

Um abraço

Maria Machado

madamblogspolcom.blogspot.com

Rosa Branca disse...

Elaine, maravilhoso, é tudo isso mesmo hein!Rs
Grande bjo

Mary disse...

Elaine!

Devemos sermos importante ao outros como ser humano que somos, pelo o amor e pela solidariedade, bens matérias muitas vezes torna as pessoas arrogantes e egoístas.

É isso aí amiga, um lindo texto.

Parabéns pela linda participação.

---Mary

*Escritora de Artes* disse...

Olá Elaine,

Belo texto reflexivo..

Abçs

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

"La Vida es un extraño vacío que la Muerte ocupa" (Quevedo) y debemos aprovecharla para vivir intensamente, dejando y ayudando a los demás a que se sientan cómodos con su Existencia...Nunca debemos mirar a nadie por encima del hombro.
Um abraço e beijos.
Precioso cuento.

manuel marques Arroz disse...

Um 2013 com tudo de bom.

Abraço.

Lu Nogfer disse...

Sim!Nós somos a nossa essência. E o que importa seja o que formos e estarmos sempre abertos a sermos seres humanos melhores!

Parabens pela bela reflexao!

Abraços

elvira carvalho disse...

Um texto muito bonito, uma reflexão sobre a nossa existência e o nosso papel na sociedade. Gostei.
Um abraço e um feliz 2013

Célia Rangel disse...

Elaine, parabéns por sua participação. Inteligente sempre. Sensibilidade ímpar. Questionar a vida e como a vivemos é passaporte de poucos para uma existência feliz. Necessário ter coragem, abertura e transcendência. Isso você tem. É mestra em suas mensagens.
Bj. Célia.

ELAINE disse...

Amigo J.R.Viviani! Muito obrigada pela oportunidade! Parabéns pelo espaço único e muito inspirador! A todos que comentaram meu mais sincero muito obrigado e todo meu carinho! Desejo a todos um 2013 pleno na paz e no amor dos ensinamentos de nosso irmão e salvador Jesus Cristo! Abraço carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Evanir disse...

Amiga.
Linda mensagem palavras maravilhosos
amei cada palavra.
Uma excelente alo de amor a Deus.
Beijos no seu coração lindo,Evanir.

Artes sem fronteiras disse...

Feliz 2013
http://artessemfronteiras.blogspot.com.br/

Artes sem fronteiras disse...

Feliz 2013.
http://artessemfronteiras.blogspot.com.br/2012/12/feliz-2013.html

Severa Cabral(escritora) disse...

ELAINE MINHA QUERIDA AMIGA !!!
VC SEMPRE TÃO INTELIGÍVEL E,TE VER AQUI EM CONTOS E PROSAS ME DEIXOU FELIZ,POIS EU AMO O QUE ESCREVES ...
PARABÉNS !!!!!!!!

VIVENDO A VIDA ASSIM... disse...

Elaine, linda esta reflexão. A vida é mesmo muito curta e nós temos a obrigação de saber vivê-la da melhor maneira possível sempre com a cabeça erguida e com boas atitudes, mas, as vêzes, precisamos questionar o nosso viver para entender aquilo que nos rodeia para aproveitar melhor a nossa existência. Abraços e boa sorte Elaine.

Patricia Galis disse...

Elaine adorei e concordo com vc muitas vezes já pensei isso:
. E o que ficou de nós?... Fizemos a diferença na vida de alguém?

Bento Sales disse...

Olá, amiga Elaine!
Que texto incentivador e motivador!
Realmente temos muito mais motivos para agradecer que para nos queixar da vida. Só o fato de estarmos vivos e saudáveis é motivo de sobra para celebrarmos.
Parabéns pela sabedoria e pela brilhante contribuição para ente valoroso encontro literário promovido pelo cortês amigo Viviani!

Abraços a ambos.

VILMA PIVA disse...

Olá querida Elaine, maravilhosa reflexão sobre a importância de nossas vidas.
Parabéns!! Belissimo texto!!
Beijos!!

Tunin disse...

Olá, minha querida.
Gostoso, oportuno e reflexivo texto.
Você sempre sabe lidar com as letras e traz assuntos que nos levam a meditar sobre o dia a dia de nossas vidas aqui nesta terra dos viventes.A natureza humana é muito difícil.Muitas vezes dizemos que amamos o outro, mas basta qualquer situação mais delicada e a danada da natureza logo se apresenta.
Acredito que o Senhor nos mandou para cá para sermos "LUZ", amando-O, em primeiro lugar, e amando aos nossos semelhantes mesmo com todas as nossas limitações.
Uma coisa é certa: o nosso lugar não é aqui. O nosso lugar é na eternidade com Jesus. Por isso, é bom ser bom e praticar todos os Seus mandamentos para que possamos fazer jus a essa eternidade quando daqui partirmos.
Gosto muito de seus escritos por serem bem feitos e me preencher muito.
Beijos.

Não tenho comentado, em seu blogue, pelo curto tempo que disponho, mas visito.

Bia Hain disse...

Elaine querida, é um prazer vê-la por aqui! Essas divagações devem nos acompanhar vida afora, pois meditar sobre o que queremos ser ou deixar como semente é o que nos torna a cada dia melhores como seres humanos. Um abraço, desejo que as coisas estejam mais tranquilas em sua casa!